Fotos retratam a destruição da Amazônia na Reserva Chico Mendes

Os troncos de árvores que ainda estão em brasa e expelem fumaça são o sinal de que uma área equivalente a dois campos de futebol tomada pelas cinzas foi incendiada havia poucos dias.

Este é o cenário encontrado no começo de agosto na Reserva Extrativista (Resex) Chico Mendes, no estado do Acre, uma das áreas que melhor simbolizam o aumento do desmatamento e focos de queimada na Amazônia Legal em 2019. Até o dia 14 de agosto deste ano, 100 focos foram registrados na unidade – o maior número entre todas as áreas protegidas no Acre. Os dados são da Comissão Estadual de Gestão de Riscos Ambientais. Entre as unidades de conservação mais impactadas pelo desmatamento no país em 2019, a Resex Chico Mendes ocupa a quarta posição, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Nos últimos cinco anos, 119 km2 de floresta foram destruídos dentro da reserva. Em 2018, o desmate chegou a 22,8 km2.






Fotos: Marcos Pimenta

Fonte: National Geographic

9 visualizações

Conheça nossos cursos profissionalizates