Primeira geração do Chromecast não vai receber atualização de sistema

O primeiro Chromecast, com lançamento em 2013, não receberá mais atualizações de software. O aparelho ficou famoso no mundo pois consegue transformar uma TV comum em smart. Enquanto o produto original tem firmware na versão 1.36, baseado no Chrome 70, os modelos 2 e 3 estão na 1.40, criada a partir do Chrome 74. Segundo o Google, a primeira geração do aparelho continuará recebendo correções de bugs e pacotes de segurança.



Além disso, a tendência é que os aparelhos continuem funcionando normalmente por prazo indefinido, mas sem ganhar novas funções. As informações são do site especializado 9to5Google.

Chromecast é um dispositivo criado pelo Google para transformar TVs comuns em Smart TVs com acesso a apps diversos. O gadget foi lançado em julho de 2013 e funciona conectando o media center em uma porta HDMI. É necessário usar uma rede Wi-Fi para transmitir vídeos e outros conteúdos a partir de um smartphone, tablet ou notebook, basta fazer o download do software oficial para espelhar o conteúdo. O preço do Chromecast no Brasil é de R$ 150, mais barato que o Chromecast 2, anunciado em 2015, e também mais em conta do que o valor de seu lançamento. Com o aparelho, o usuário pode aproveitar para assistir à filmes e séries, por exemplo, no Netflix e no YouTube. É possível usar o Chromecast em celulares com Android, iOS (iPhone) ou Windows (Windows Phone). Lançado como irmão do dongle, o Chromecast Audio pode ajudar com o som ao conectar caixas externas, controlando funções por meio de um aplicativo. Outros aplicativos de streaming também são compatíveis com o dispositivo, como o Spotify.


Os recursos do Chromecast mudaram pouco da primeira geração para as demais. O modelo lançado há seis anos tem suporte para streaming de vídeos em Full HD (1080p) a 30 quadros por segundo. Já as versões mais recentes transmitem na mesma resolução com o dobro da taxa de quadros. A diferença, no entanto, só fica evidente em telas que suportem uma cadência maior – em geral, as TVs ficam entre 24 e 30 quadros por segundo, tornando a reprodução bastante parecida.

Os principais diferenciais dos Chromecasts 2 e 3 são um desempenho melhorado e maior estabilidade na conexão, além da oferta de tecnologias Wi-Fi mais sofisticadas e suporte a funções como a sincronização de caixas de som conectadas à mesma rede sem fio.

O Chromecast 1 chegou ao Brasil em 2014 por R$ 199. O sucessor Chromecast 2 desembarcou nas lojas brasileiras dois anos depois, com mudanças no design e preço mais alto, de R$ 399 – hoje, já pode ser encontrado no comércio eletrônico por R$ 265. Em fevereiro de 2019, a terceira geração começou a ser vendida por R$ 349, e já é possível encontrar o produto por cerca de R$ 170 no e-commerce. Desde 2016, o Google também vende o Chromecast Ultra, modelo que faz streaming de conteúdo em 4K – atualmente, pode ser adquirido no varejo online por R$ 440. O Chromecast Audio, feito para caixas de som, foi descontinuado no último mês de janeiro.

Fonte: Techtudo e 9to5Google

5 visualizações

Conheça nossos cursos profissionalizates